segunda-feira, 24 de março de 2014

PENÍNSULA DE YUCATÁN

Península de Yucatán é o nome dado a uma porção de terra no norte da América Central. Com uma área de aproximadamente 145 000 km², ela pertence ao México, e abriga os estados de Yucatán, Quintana Roo e Campeche. Yucatán serve também de limite entre o Golfo do México e o Mar do Caribe, e ainda demarca o limite territorial do México com seus vizinhos Guatemala e Belize.
peninsula de yucatan
 Os limites adjacentes do continente são, a sudoeste, a lagoa de Términos, no estado de Campeche; a noroeste, o estuário  de Celestún e o porto de Sisal no estado de Yucatán; a noroeste, o Cabo Catoche, no estado de Quintana Roo; a sudeste, a baía de Chetumal, no estado de Quintana Roo e o golfo de Honduras.
 A península de Yucatán consiste numa imensa placa de pedra calcária plana, com uma fina e superficial camada de solo que a recobre. Há poucos lagos e os rios são em sua maior parte, subterrâneos. O calcário poroso da zona criou cenotes que são a principal fonte de água para a área (cenote é um buraco profundo, uma dolina cheia de água, criada quando o telhado de uma caverna subterrânea desmorona). Isto dá origem a uma piscina natural que é preenchida pela chuva e água dos rios subterrâneos. A baixa altitude do Yucatán e o clima tropical contribuem para dias quentes e úmidos na maior parte do ano.
 No período colonial espanhol, a região correspondia, desde o início do século XVI ao início do século XIX, a Capitania Geral de Yucatán. A região abriga sítios arqueológicos mundialmente famosos, como por exemplo, Chichen Itza, Uxmal, Coba e Tulum, além de cidades coloniais, com destaque para Mérida, a capital do estado de Yucatán, Valladolid, próxima a Chichen Itza, e ainda a cidade de San Francisco de Campeche, no estado de Campeche, declarada patrimônio cultural da humanidade pela UNESCO.
 A região é abundante ainda em parques e reservas naturais. É uma área considerada excelente para observação de pássaros, pois mais de 450 espécies de aves foram identificadas em Yucatán. Quanto aos parques e reservas, merecem citação o Parque Rio Celestun, onde há uma boa quantidade de flamingos, assim como muitas outras aves e animais, e que pode ser visitada a cerca de um dia de viagem de Mérida. Há ainda a Reserva da Biosfera Sian Ka'an, localizada ao sul de Tulum, plena de manguezais, lagoas, savanas, recifes de corais, florestas e com templos maias ainda pouco conhecidos.
 Segundo especialistas, teria sido em Yucatán o local do impacto do asteróide que dizimou os dinossauros há mais de 65 milhões de anos. Na figura ao lado, filtros especiais foram usados para gerar imagem da Cratera Chicxulub.
Emerson Santiago

Nenhum comentário:

Postar um comentário