terça-feira, 8 de outubro de 2013

MARS ONE

Para muitos uma aventura inusitada mas para o engenheiro mecânico Bas Lansdorp, com o apoio de Gerard't Hooft (vencedor do prêmio Nobel de Física), o projeto Mars One é um sonho que poderá se concretizar em um futuro breve. A ideia inicial do projeto é a de planejar uma colônia humana no planeta Marte,  sendo que a missão da primeira tripulação é a de povoar o planeta a partir do ano de 2023. O projeto é amparado por custos de diversas agências espaciais e instituições privadas, e o valor do investimento inicial é de 6 bilhões de dólares. A tecnologia utilizada é baseada no projeto de componentes tecnológicos, desenvolvidos pela SpaceX (Space Exploration Technologies Corporation), que é uma empresa especializada em transporte espacial, com sede na Califórnia.
 O escopo inicial do projeto é a ideia de explorar a já denominada, expedição espacial, e divulgá-la com base no modelo de reality show. Para tanto o projeto é custeado apenas por instituições privadas, sem o aporte de nenhum órgão governamental, mas contando com o apoio de publicidade e peças de merchandising, que inclui a venda de materiais promocionais com o logotipo do projeto e demais propagandas relacionadas.
 O projeto MarsOne tem potencial para se tornar o mais visto e difundido evento midiático da história, com início no ano de 2016 (ano que serão enviados diversos satélites para comunicação com a Terra) e toda montagem e infra-estrutura necessária para abrigar seres humanos na atmosfera do planeta vermelho. O planejamento prevê que no ano de 2018, aconteça a primeira expedição humana, com o intuito de selecionar qual o melhor local para a construção das habitações e as chamadas Vilas, e apenas dois anos após esta sondagem, em 2020, serão montadas e construídas estas estruturas, chamadas de módulo de base (Lander).
 A primeira turma que viajará a Marte com a expedição Mars One viajará por sete meses até chegar ao destino final, sendo que a cada dois anos, será enviado um novo grupo de moradores espaciais, que habitarão os módulos de base. Os módulos de base são basicamente cápsulas devidamente construídas para suportar as condições climáticas no planeta Marte, estas serão lançadas da Terra pelo lançador Falcon 9, sendo composto pot 5 dipositivos o Módulo de Armazenamento que contém alimentos, o Módulo de Suporte de Vida o qual contém painéis solares capazes de produzir eletricidade, extratores capazes de aquecer cristais e evaporá-los para recuperar água, o Módulo de Habitação com banheiro, cozinha e demais dependências necessárias para sobrevivência, o Módulo de Aterrissagem que está vinculado a cápsula Marte Vehicle Transit, que é interligada a outros módulos essenciais para a expedição e o Módulo de Rovers, projetados para se conectar as bases previamente instalada sno planeta Marte.
Anna Adami.

Nenhum comentário:

Postar um comentário