sexta-feira, 10 de maio de 2013

Condições dos rios brasileiros


Em 2013, segundo declarações do DRH (Departamento de Recursos Hídricos), órgão vinculado ao Ministério do Meio Ambiente, os principais rios brasileiros poderiam ser encontrados e navegados em ótimas condições. Segundo o Ministério, no governo há diferentes iniciativas favoráveis ao saneamento básico, contra a perda das nascentes e de coberturas florestais no país.
Devemos considerar as nascentes e as florestas como fundamentais para manutenção dos recursos hídricos que, por sua vez, são essenciais para a vida e para o desenvolvimento econômico. Nas cidades onde há carência de água também há evasão de investimentos, prejudicando a economia local.
O Brasil possui 170 sistemas aquíferos no seu subsolo, dos rios do país cerca de 73% dos principais apresentam boas condições, porém, o governo assume a existência de problemas na relação entre a oferta e demanda de recursos hídricos, um problema não atrelado a má distribuição, mas de distribuição na natureza.
O Brasil possui mais de 70 rios de águas fronteiriças e transfronteiriças. As nossas bacias mais importantes são a da Amazônia e do Prata.
No país, todas as 26 unidades da Federação possuem conselhos de gestão e leis estaduais para os recursos hídricos; são dez comitês de bacias hidrográficas  e 170 núcleos estaduais. Nos últimos anos, o Ministério do Meio Ambiente trabalha por meio da SRHU, Secretaria de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano, no desenvolvimento de vários programas de preservação de recursos hídricos brasileiros.
Porém, segundo entidades do terceiro setor, os rios brasileiros apresentam péssima qualidade e problemas relacionados à poluição. Entre 2009 e 2010, a ONG SOS Mata Atlântica coletou a água de 69 rios distribuídos por 70 municípios em 15 estados do país. Análise sobre a qualidade dos rios brasileiros detectou a presença do esgoto doméstico sem tratamento, com baixo índice de tratamento do esgoto, fator que oferece riscos de transmissão de doenças pela água e impacto sobre os ecossistemas onde os rios se localizam. A poluição e a ausência de saneamento básico em diferentes regiões do país compromete a qualidade da água dos rios, compromete a vitalidade das espécies no meio ambiente e compromete os serviços ambientais prestados pelo rio e pelos ecossistemas.
Fernando Rebouças





Nenhum comentário:

Postar um comentário