segunda-feira, 13 de maio de 2013

7.A FASE ATUAL DA INDUSTRIALIZAÇÃO BRASILEIRA

Como já sabemos o Brasil é um país de industrialização tardia, isto é ingressou com mais de um século atrasado na Primeira Revolução Industrial e cerca de 50 anos atrasado em relação à Segunda Revolução Industrial, aquela que promoveu o desenvolvimento das indústrias automobilística, metalúrgica, siderúrgica, eletroeletrônicos e petroquímica. Essa segundo fase da industrialização começou no Brasil por volta dos anos 1930 e somente se consolidou no final dos anos de 1950.
O grande dilema da industrialização brasileira atualmente é como enfrentar de forma satisfatória a Terceira Revolução Industrial ou Revolução Técnico-Cientifica, isto é, a nova fase da industrialização na qual predominam as indústrias de informática, robótica, microeletrônica, biotecnológicas, de telecomunicações e outras. Essa nova fase da industrialização requer tecnologia mais complexa e mão-de-obra mais qualificada, com elevado nível de escolaridade.  As indústrias tecnológicas, ao contrário dos setores importantes das indústrias da primeira e da segunda revolução industrial, não valorizam a força de trabalho barata ou mesmo a especializada de ensino médio, que gradativamente vai sendo substituída por robôs. O importante agora é a força de trabalho qualificada, de preferenciam com nível superior.
Nesses termos, o fundamental para o avanço do processo industrial não é mais a disponibilidade de matérias-primas ou de mão-de-obra barata, elementos importantes até os anos de 1970, mas a mão-de-obra qualificada, que requer ótima sistema educacional, mercado consumidor significativo e centros de produção de tecnologia avançados (tecnopolos), o que significa basicamente ótimas universidades e centros de pesquisa. Em um mercado consumidor significativo pressupõe uma distribuição social de renda mais justa, para que os trabalhadores tenham bom poder aquisitivo para acessar aos serviços de qualidade, a tecnologia e a cultura, como ocorre nos países desenvolvidos.

4 comentários: