sexta-feira, 14 de outubro de 2011

10 ANOS DO 11 DE SETEMBRO DE 2001

O complexo do World Trade Center teve a sua imponência destruída quando  as Torres Gêmeas foram derrubadas, forçadamente, depois de sofrerem colisões provocadas por dois aviões, cujos voos eram domésticos e estavam sob poder de sequestradores terroristas  durante os ataques do dia 11 de setembro de 2001, nos EUA.
Além das Torres Gêmeas, os EUA foram alvo de sucessivos ataques terroristas que se resumiram no seqüestro de quatro aviões,dois foram utilizados contra as Torres Gêmeas (Word Trade Center), em Nova York,  um contra as instalações do Pentágono, e o quarto avião, o voo 93, caiu num campo da Pensilvânia, após conflito interno entre os passageiros e terroristas. O então presidente norte-americano, George W.Bush, iniciou a guerra contra o terror.
 Dez anos depois , o autor dos atentados terroristas realizados contra os EUA , Osama Bin Laden, já havia sido morto, em maio de 2011, pelo governo do presidente americano Barack Obama. Em setembro de 2011, os EUA se encontrou num momento de  endividamento e  crises econômicas iniciadas ainda no governo Bush, para patrocinar a crise contra o terror e manter a economia norte-americana aquecida.
Ainda no governo Bush, os EUA iniciou uma redução abrupta de juros, estímulou o consumo,  manteve despreocupação com o  endividamento das famílias e  da dívida pública  dos EUA .
No período de 2001 a 2011, os EUA registraram crescimento econômico, mas não demonstrou capacidade de recuperação eficaz após os atentados. O  Brasil e outras economias emergentes sofreram menores dificuldades para manterem suas contas e seus níveis de recuperação.
No aspecto religioso, depois do 11 de setembro, iniciou-se nos EUA e no Mundo um processo social de intolerância  à comunidade islâmica, sendo o islamismo identificado como  a religiosidade base de determinados grupos terroristas radicais do Oriente , o que exigiu um coletivo trabalho de divulgação da verdadeira cultura e religião islâmica para combater qualquer tipo de preconceito.
Na indústria do cinema, Hollywood resolveu não explorar o 11 de setembro como temática permanente de seus filmes, em respeito do trauma coletivo que se espalhou no país, os produtores decidiram repensar determinadas temáticas que abordavam sobre terrorismo em seus filmes e se afastaram da ideia de reproduzir o ocorrido em suas produções, diferente do que ocorreu depois da Segunda Guerra Mundial e da Guerra do Vietnã, temas que geram filmes até os dias atuais. Dentre os filmes hollywoodianos feitos sob a temática do 11 de setembro, somente dois estúdios se arriscaram a produzir algo, como a Universal, que lançou o filme “Voo 93” no ano de 2006; e a Paramount que, no mesmo ano, lançou World Trade Center.
Fernando Rebouças.


Nenhum comentário:

Postar um comentário