terça-feira, 6 de setembro de 2011

MAR DE ARAL

O "mar de ilhas" (Aral-denghiz, em quirguiz), quarto lago salgado do mundo em tamanho, vem despertando preocupação pelo aumento de sua salinidade, que se espalha sobre as áreas circundantes.
Situado na Ásia central, o mar de Aral serve de fronteira entre o Casaquistão e o Usbequistão. Em 1960 o Aral ocupava uma superfície de 68.000Km2, com um volume de 1.060km3, mas em 1987 estava reduzido a 41.000Km2. Sua profundidade era baixa, em média de 21m, mas a margem ocidental alcançava um máximo de 68m. O nível de salinidade variava de 10 a 11 por mil.
O mar de Aral é alimentado por apenas dois rios, o Amu Daria e o Sir Daria, procedentes dos pequenos planaltos orientais. Considerável parte da água desses rios é, porém, empregada para irrigação e não chega até ele, o que representa o principal fator de redução de sua área. As moderadas contribuições fluviais, aliadas ao escasso volume anual de precipitações, inferiores a cem milímetros, explicam as estepes salinas que rodeiam o mar, originadas pela progressiva evaporação.
As margens são muito pouco povoadas e a cidade mais importante, Aralsk, fica a nordeste. A região dispõe de instalações industriais (fosfato e sal) e pesqueiras. O nome em quirguiz, "mar de ilhas", deve-se ao fato de ser a margem oriental orlada por uma profusão de pequenas ilhas, enquanto outras, de tamanho considerável, encontram-se afastadas da costa, ao norte e oeste.


Nenhum comentário:

Postar um comentário